CriandoBits
Identifique-se Entrar Esqueceu a senha? Esqueci minha senha

Redes - Arquiteturas de redes

Por Benedito Silva Júnior - publicado em 22/07/2016


O termo "redes de computadores" está cada vez mais em desuso por causa das novas tecnologias e dispositivos que estão sendo lançados. Estes dispositivos não são apenas compostos por computadores desktop ou notebooks, mas também por uma grande variedade de equipamentos e dispositivos como smartphones, sistemas de automação residencial ou industrial, computadores portáteis e outros aparelhos eletrônicos.

Estes equipamentos e dispositivos são interconectados e percorrem uma rota ou caminho que passa por enlaces de comunicação (cabos, fibras ópticas, ondas etc) e também por comutadores de pacotes (switches, hubs, roteadores etc). Os enlaces de comunicação são os meios físicos responsáveis pela transmissão em si, enquanto que os switches, hubs, roteadores fazem o encaminhamento dos pacotes aos seus destinos.

Os protocolos controlam o envio e recebimento das informações e envolvem todos os dispositivos que compõem a internet, sendo o mais famoso deles o conjunto de protocolos conhecido como TCP/IP. Este protocolo, cujo nome vem dos protocolos mais importantes de pilha, TCP e IP, foi desenvolvido originalmente pela Universidade da Califórnia para o Departamento de Defesa dos EUA (DoD). Atualmente o TCP/IP é o protocolo padrão para redes locais e remotas.

Modelo de referência OSI

O modelo de referência Open systems interconection (OSI) foi desenvolvido pela ISO como um modelo para a arquitetura de um protocolo de comunicação de dados entre dois computadores. Ele é composto de sete camadas apresentadas na Tabela.

Camadas do modelo OSI
Camadas do modelo OSI


Modelo de referência TCP/IP

O TCP/IP é um conjunto de protocolos de comunicação entre computadores em rede ,(também chamado de pilha de protocolos TCP/IP). Seu nome vem de dois protocolos: o TCP (Transmission Control Protocol - Protocolo de Controle de Transmissão) e o IP (Internet Protocol - Protocolo de Interconexão).

O conjunto de protocolos pode ser visto como um modelo de camadas, onde cada camada é responsável por um grupo de tarefas, fornecendo um conjunto de serviços bem definidos para o protocolo da camada superior. As camadas mais altas estão logicamente mais perto do usuário (chamada camada de aplicação) e lidam com dados mais abstratos, confiando em protocolos de camadas mais baixas para tarefas de menor nível de abstração.

O TCP/IP foi desenvolvido em 1969 pelo U.S. Departament of Defense Advanced Research Projects Agency, como um recurso para um projeto experimental chamado de ARPANET (Advanced Research Project Agency Network) para preencher a necessidade de comunicação entre uma grande quantidade de sistemas de computadores e várias organizações militares dispersas.

O objetivo do projeto era disponibilizar links (vínculos) de comunicação com alta velocidade, utilizando redes de comutação de pacotes. O protocolo deveria ser capaz de identificar e encontrar a melhor rota possível entre dois sites(locais), além de ser capaz de procurar rotas alternativas para chegar ao destino, caso qualquer uma das rotas tivesse sido destruída. O objetivo principal da elaboração de TCP/IP foi na época, encontrar um protocolo que pudesse tentar de todas as formas uma comunicação caso ocorresse uma guerra nuclear.

A partir de 1972 o projeto ARPANET começou crescer em uma comunidade internacional e hoje se transformou no que conhecemos como Internet. Em 1983 ficou definido que todos os computadores conectados ao ARPANET passariam a utilizar o TCP/IP.

No final dos anos 80 a Fundação nacional de Ciencias em Washington, D.C, começou construir o NSFNET, um backbone para um supercomputador que serviria para interconectar diferentes comunidades de pesquisa e também os computadores da ARPANET. Em 1990 o NSFNET se tornou o backbone principal das redes para a Internet, padronizando definitivamente o TCP/IP.

Fonte: wikipedia.org


Camadas do modelo TCP/IP
Camadas do modelo TCP/IP


 
Voltar a pagina anteriorVoltarSubir ao topo da páginaTopo