CriandoBits
Identifique-se Entrar Esqueceu a senha? Esqueci minha senha

Linux - Samba

Por Benedito Silva Júnior - publicado em 27/07/2016


Samba é um programa de computador, utilizado em sistemas operacionais do tipo Unix, que simula um servidor Windows, permitindo que seja feito gerenciamento e compartilhamento de arquivos em uma rede Microsoft.

Na versão 3, o Samba não só provê arquivos e serviços de impressão para vários Clientes Windows, como pode também integrar-se com Windows Server Domain, tanto como Primary Domain Controller (PDC) ou como um Domain Member. Pode fazer parte também de um Active Directory Domain.

O Samba foi criado por Andrew Tridgell. Tridgell precisava montar um espaço em disco em seu PC para um servidor Unix. Esse computador rodava DOS e, inicialmente, foi utilizado o sistema de arquivos NFS (Network File System) para o acesso. Porém, um aplicativo precisava de suporte ao protocolo NetBIOS (que não era suportado pelo NFS).

A solução que Tridgell encontrou não parecia ser das mais simples: ele escreveu um Sniffer (pequeno programa para captura de tráfego de dados em rede) para poder analisar o tráfego de dados gerado pelo protocolo NetBIOS.

Uma vez implementado, Tridgell utilizou engenharia reversa em cima do protocolo SMB (Server Message Block) e implementou no Unix. Isso fez com que o servidor Unix aparecesse como um servidor de arquivos Windows em seu computador com DOS.

Tridgell disponibilizou esse código publicamente 1992. Algum tempo depois o projeto foi posto de lado e assim ficou. Um dia Tridgell decidiu conectar o PC de sua esposa ao seu computador, que rodava Linux. Porém, na hora de conecta-los não encontrou meio melhor de fazer isso, se não com seu antigo código.

Após algumas trocas de e-mails, Tridgell descobriu que as documentações dos protocolos SMB/CIFS e NetBIOS estavam atualizadas e então decidiu voltar a se dedicar ao projeto. Um dia, uma empresa entrou em contato com Tridgell reivindicando os direitos sobre o nome usado no software.

Então ele teve a ideia de procurar em um dicionário uma palavra que tivesse as letras s, m e b (de SMB) e acabou encontrando a palavra "samba". A partir daí o projeto Samba cresceu e hoje Andrew Tridgell conta com uma excelente equipe de programadores e com milhares de usuários de sua solução espalhados pelo mundo.

Instalação:

1. Abra um terminal: "Menu > Emulador de terminal";

2. Baixe o pacote do Samba:

 $ sudo apt-get install samba

3. Depois de concluído o download/instalação do pacote via APT, o sistema irá criar o arquivo smb.conf dentro da pasta "/etc/samba/". Este é responsável pela configuração do Samba. Antes de mais nada, vamos fazer um back-up do arquivo:

 $ sudo cp /etc/samba/smb.conf /etc/samba/smb.conf.bkp 

4. Use o VI para editar os arquivos .conf, ou um editor de sua preferência. Para quem quiser usar o VI, execute o comando para editá-lo:

 $ sudo vi /etc/samba/smb.conf 

5. Parâmetros do arquivo smb.conf que precisam ser alterados. Somente os parâmetros do arquivo "smb.conf" comentados (#) precisam ser alterados. Em "[Global]" faça:

#nome do grupo de trabalho
workgroup = casa

#Como a máquina Linux irá aparecer na rede Windows
netbios name = servidor (está linha pode ser adicionada a baixo do workgroup)

####### Authentication #######
#Modo de acesso aos arquivos do Linux
security = "share" ou "user" (caso exista, remova o ; que está no início desta linha)
#share = para NÃO exigir autenticação
#user = para exigir autenticação
ex: security = user

Agora adicione estas linhas no final do arquivo:
#nome do compartilhamento
[arquivos]

# descrição do compartilhamento
comment = meus arquivos

# caminho da pasta, no Linux, que será compartilhada
path = /media/hdb5 #(Informe o caminho da pasta que você que quer compartilhar, 
pode ser /home/voce)

#se todos os compartilhamentos poderão ser acessados por todos os usuários
public = yes

# se o compartilhamento será visivel ou oculto na rede (yes para visível)
browseable = yes

# se permitirá escrita
writable = yes

# somente leitura
read only = no

# define a mascara em que os arquivos serão criados
create mask = 0700 #(terão a permissão rwx somente para o root)

# define a mascara em que os diretórios serão criados
directory mask = 0700

Salve o arquivo de configuração, e execute este comando para reiniciar o samba
$ sudo /etc/inti.d/samba restart

Caso tenha colocado security = user, no momento que for acessar por uma máquina Windows será exibido uma tela de login e senha. Para cadastrar esta senha no linux, primeiramente adiciona na lista de usuarios do Linux. Este comando adiciona usuario teste na lista de usuários do Linux:

$ sudo adduser teste

Este comando adiciona o usuário na lista de usuários do Samba:
$ sudo smbpasswd -a teste
A videoaula abaixo mostra detalhadamente os procedimentos descritos acima:



 
Voltar a página anteriorVoltarSubir ao topo desta páginaTopo