CriandoBits
Identifique-se Entrar Esqueceu a senha? Esqueci minha senha

Hardware - Arquitetura MBR versus arquitetura GPT

Por Benedito Silva Júnior - publicado em 03/08/2016


Arquitetura MBR versus arquitetura GPT

Com a introdução no mercado do Windows 8, foi adotado a interface UEFI (Unified Extensible Firmware Interfacee) para substituir a tradicional BIOS (Basic Input/Output System) e alterar o modelo de particionamento de discos rígidos. Os modelos "MBR" e "GPT" são as arquiteturas disponíveis, sendo que o "GPT" é uma evolução do "MBR".

Master Boot Record (MBR) - Registro Mestre de Inicialização

O registro mestre de inicialização é contido no primeiro setor da unidade de disco rígido. Identifica onde a partição ativa está e inicia em seguida o programa de reinicialização para o setor de inicialização dessa partição. O setor de inicialização identifica onde o sistema operacional está localizado e ativa as informações de inicialização a serem carregadas no armazenamento principal ou na RAM do computador. O registro mestre de inicialização inclui uma tabela que localiza cada partição presente na unidade de disco rígido.

Características

» Um disco pode dividir-se num máximo de 4 partições primárias (Para contornar esta limitação é possível dividir o disco até 3 partições primárias e 1 partição estendida). Uma partição estendida pode dividir-se em múltiplas partições lógicas. Cada partição primária e lógica tem a sua própria letra de drive;

» Como o MBR usa 32 bits para guardar informações da partições, cada partição apenas pode ter um tamanho máximo de 2 TB;

» Toda a informação das partições é guardada apenas num único local (se o MBR se corromper...).

GPT (Guid Partition Table) - Tabela de Partição Guid

O padrão GPT nasceu para substituir o antigo MBR que limita o uso de discos rígidos de até 2TB. Junto com a GPT veio a EFI, que é uma especificação que define uma interface de software entre o sistema operacional e a plataforma de firmware.

A EFI destina-se a ser um substituto significativamente melhorado para o velho BIOS firmware interface, historicamente usado por todos os computadores pessoais IBM PC compatíveis. A especificação EFI foi originalmente desenvolvida pela Intel, e é atualmente gerida pelo Unified EFI Fórum que é oficialmente conhecido como Unified EFI (UEFI).

Características

» Suporte para partições acima dos 2 TB (ou seja, 2^64 blocos, um máximo de 1 ZB). De referir que no Windows, devido ao sistema de ficheiros NTFS, este tamanho está limitado para 256TB;

» Apesar de poderem ser criadas um número ilimitado de partições, o GPT "apenas" suporta 128 partições primárias;

» Melhor estrutura/organização ao nível das partições; Possui mecanismos para detecção da dados e partições corrompidas;

» Aumenta a probabilidade de recuperação de dados, na existência de setores do disco danificados, uma vez que tem um cabeçalho secundário (Secondary GPT Header) que funciona como backup da tabela de partições;

» O campo Protective MBR funciona ao estilo do MBR, mas com suporte para 64 bits. Esta área funciona como como "mecanismo" de retro compatibilidade.


 
Voltar a página anteriorVoltarSubir ao topo desta páginaTopo